“Του Αιγαίου”, um belo poema do poeta grego Odysséas Elýtis, vencedor do Nobel de Literatura em 1979, traduzido diretamente do grego por Adriano Nunes. Viva!!!! “Do Egeu” – Tradução de Adriano Nunes* O amor O arquipélago E o arco de suas espumas E as gaivotas de seus sonhos No mastro mais alto o marinheiro acena […]

Leia mais →

Meu poema “Pranto do Mundo”, traduzido ao inglês por Adriano Do Carmo (Adrian’dos Delima). Viva! Pranto do mundo São tantas as mentiras São tantas as verdades São tantas as armaduras Toda a água do universo não limpará essas sangrias… O ar de todos os planetas não varrerá essas loucuras… São tantas as ditaduras para tão […]

Leia mais →

IGUAIS – Pedro Du Bois O pouco multiplicado: marca permanente do parentesco perdido no tempo: esquecido. Morte disponibilizada em alternativas: guerra fragmentando o corpo conduzido ao desconhecido. O pouco maltratado na demonstração atávica da igualdade. EQUAL – tradução de Marina Du Bois The multiplied little: the everlasting trait of a time lost kinship: forgotten. Death […]

Leia mais →